top of page

Saúde Bucal, sim, sua saúde começa pela boca




Tudo começa pela boca, sua primeira alimentação, seu primeiro prazer, a descoberta dos sabores.

Mas também muitas doenças começam pela boca, o excesso de álcool, de açúcar, de ácidos, de químicos, de fumo, pode alterar toda a sua mucosa, seus dentes, sendo uma porta aberta para inúmeras doenças.

Na semana em que se discute mundialmente o Dia da Saúde Bucal, é um bom momento para fazermos uma reflexão sobre o que estamos colocando na boca.


De acordo com a Federação Dentária Internacional (FDI), a saúde bucal é multifacetada e compreende a capacidade de falar, sorrir, saborear e ingerir alimentos, além de transmitir emoções utilizando expressões faciais, sem desconforto ou dor. A saúde bucal influencia a qualidade de vida das pessoas.


Segundo o Ministério da Saúde, higiene dos dentes deve ser feita utilizando-se uma escova de dentes de tamanho adequado, com cerdas macias e creme dental com flúor.

  • Complemente a escovação passando o fio dental entre todos os dentes.

  • Escovar a língua também é muito importante, pois ela acumula restos alimentares e bactérias que provocam o mau hálito. Faça movimentos cuidadosos com a escova, “varrendo” a língua da parte interna até a ponta. Além de manter uma boa higiene bucal, também é preciso ter uma alimentação saudável e ir ao dentista regularmente.


Muitas são as doenças que podem surgir pela boca.

🦷Cárie: desintegração do dente provocada pela higiene inadequada, ingestão de doces e carboidratos ou, ainda, por complicações de outras doenças que diminuem a quantidade de saliva na boca. (Ex.: pessoas em tratamento quimioterápico ou radioterápico para o câncer).

👄Lesões bucais e aftas: inchaços, manchas ou feridas na boca, língua ou lábios; podem ser provocadas por herpes labial, candidíase (sapinho) e próteses (dentaduras) mal ajustadas.

💋Mau hálito: tem várias causas, dentre elas: higiene bucal inadequada (falta de escovação adequada e falta do uso do fio dental); gengivite; ingestão de certos alimentos como, alho ou cebola; tabaco e produtos alcoólicos; boca seca (causada por certos medicamentos, por distúrbios e por menor produção de saliva durante o sono); doenças sistêmicas como câncer, diabetes, problemas com o fígado e rins. A língua possui diversas papilas gustativas entre as quais se formam criptas, ou seja, saquinhos que retêm resíduos de alimentos, células descamadas que começam a fermentar, formando uma placa bacteriana esbranquiçada que aparece no fundo da língua, em direção à ponta, a chamada saburra lingual; essa é, sem dúvida, a principal causa do mau hálito.

😬Gengivite: inflamação da gengiva provocada pela placa bacteriana.

🪥Placa bacteriana e Tártaro: é o conjunto de bactérias que coloniza a cavidade bucal. A placa bacteriana fixa-se principalmente nas regiões de difícil limpeza, como a região entre a gengiva e os dentes ou a superfície dos dentes de trás, provocando cáries e formação de tártaro.


Para cada fase de vida, um cuidado bucal:


👶Bebês:

O cuidado começa na gestação. O estado da saúde bucal da gestante tem relação com a sua saúde geral e pode influenciar na saúde geral e bucal do bebê.

Durante a fase de amamentação, a limpeza da cavidade bucal do bebê deve ser iniciada antes mesmo da erupção dental com o objetivo de remover restos de leite, massagear a gengiva e acostumá-lo à manipulação da boca. Pode ser usada uma dedeira ou gaze embebida em água filtrada para esfregar delicadamente a gengiva.

Ao iniciar a erupção dos dentes, recomenda-se utilização de escovas e cremes dentais infantis em quantidade mínima, pois grande parte pode ser ingerida, havendo risco de ocorrer fluorose.


👧Crianças: 

Esta é a faixa etária ideal para desenvolver hábitos saudáveis. A escovação contínua sendo responsabilidade dos pais ou responsáveis, mas à medida que a criança cresce, deve ser estimulada a fazer a escovação sozinha.

Recomenda-se que a criança escove seus dentes e os pais/responsáveis complementem a escovação, na medida em que o desenvolvimento da motricidade se dá ao longo do tempo. O uso de quantidade mínima de creme dental é importante, pois a ingestão ainda ocorre nessa idade. O uso de fio dental deve ser introduzido com ajuda de um adulto.


👦Adolescentes:

Com a aproximação da idade adulta, cresce o risco de doenças periodontais e diminui o risco biológico à cárie. Contudo, a dieta rica em carboidrato, com grande frequência de ingestão e associada à escovação deficiente aumenta os riscos de cárie dentária.

É preciso incentivar o autocuidado nessa fase, estimulando a escovação e o uso de fio dental. Comentários sobre como o cuidado da saúde bucal torna o sorriso mais bonito e o hálito mais agradável podem auxiliar. As gengivas sangrando fazem com que muitas vezes o adolescente não escove a área que apresenta problemas. É importante frisar que, quanto mais se escovar e passar fio dental na área afetada, mais rápido as condições da região poderão melhorar.

A adolescência é época de experimentação e, por isso, é válido orientar quanto aos riscos do fumo e do consumo de álcool para a saúde geral, lembrando que podem causar mau hálito, câncer bucal, mancha nos dentes ou doença periodontal.


🧓Adultos:

A doença periodontal é um dos principais problemas que acometem o paciente adulto. Além disso, fumantes apresentam maior velocidade de progressão da doença e maior risco de perda dental. A escovação e o uso de fio dental são indispensáveis nessa fase, visto que a manutenção da saúde periodontal depende da capacidade do controle de placa bacteriana.


👴🏻Idosos:

A perda de dentes, mais frequente nessa fase, traz consequências para a fala, deglutição e mastigação, comprometendo o início do processo digestivo, a ingestão de nutrientes, o apetite e a comunicação. Por este motivo, os cuidados visam garantir qualidade de vida, auto-estima e bem-estar.

A escovação e uso do fio dental são essenciais, mas é preciso avaliar a coordenação motora do idoso para realização do controle de placa bacteriana. Quando necessário, é válido contar com a ajuda de familiares ou cuidadores no processo de higienização.


Para qualquer fase da vida, além dos cuidados com a higiene e alimentação, é imprescindível a visita regular ao dentista. Muitas pessoas procuram o profissional de saúde quando já estão sentindo alguma dor, mas ir ao dentista regularmente para avaliação e higienização dos dentes evita o aparecimento de doenças.


🧡A Saúde Está em Você!



Marlise Potrick Stefani

 🧡NUTRIÇÃO & LONGEVIDADE🧡

Alimentação Saudável com Foco em Qualidade de Vida

@nutritecnica

@nutrimarlisestefani

@nutrilis.nutritecnica

Comentarios


bottom of page