Chocolate, tudo o que você gostaria de ouvir sobre este queridinho…


Mesmo com a pandemia e o distanciamento, um chocolatinho deu um jeito de chegar até nós lembrando da Páscoa e da renovação da nossa esperança.


Gostava mais da Páscoa quando podíamos comer o coelho de chocolate inteiro e mais os ovos que ganhávamos.

Hoje a gente se conforma com as orelhas do coelho…


Mas, afinal de contas, o chocolate não é um vilão e sim um mocinho.


Tem muuuuitos benefícios. Aí vão:

  1. Excelente fonte de energia;

  2. Excelente antioxidante, prevenindo a formação de radicais livres;

  3. Excelente fonte de triptofano, responsável pela sensação de prazer e bem-estar.


Entre os chocolates, podemos destacar alguns tipos, o valor calórico não muda muito, as de antemão vou avisando, quanto mais cacau e menos aditivos, melhor:


Extra amargo (75 a 85% de cacau);

Amargo (50 a 75% de cacau);

Meio amargo (35 a 50% de cacau);

Chocolate ao leite: feito com 30 a 40% de cacau, inclui leite em pó e açúcar.

Chocolate branco: feito com manteiga de cacau, açúcar, leite, lecitina de soja, entre outros ingredientes. Não tem cacau na sua formulação, apenas a gordura da semente do cacau. Sem nenhum benefício para a saúde e, por ser fonte de calorias e de açúcar simples, pode contribuir para o ganho de peso.

Receitinha? Nenhuma, coma seu chocolate, puro, de preferência amargo, e desfrute de todos os benefícios.



Bom Apetite! Bon Appétit! Buon Appetito! Enjoy Your Food!



Dra. Marlise Potrick Stefani

NUTRIÇÃO | COACHING | GERIATRIA | GASTRONOMIA | QUALIDADE DE VIDA